Olá amigos,

ADQS – Desvendando a Organização Secreta está sendo bem elogiado. Hoje com a palavra o Valdir Ferreira, autor de Apanhando Amoras

Resenha feita por Valdir Oscar Ferreira – Blog Apanhando Amoras

RESENHA DE ADQS

 

O meio pode influenciar no comportamento e na construção do caráter da pessoa, seja ele um homem comum, um político, um policial… levando-o inclusive a se tornar um marginal  quando infringe a lei  aumentando com isso a estatística da violência. Os presídios estão superlotados, as cadeias abarrotadas e a conclusão a que se chega é que não é fácil mudar esse estado de coisas. A reclusão em vez de regenerar o “fora da lei” acaba servindo-lhe de escola incentivando-o a continuar no crime.

Partindo desse princípio, penso que a autora, Fabiana Cardoso, escreveu um romance policial e sem o saber, imagino eu, acabou por contradizer o exposto acima. Pois ao criar uma agência fictícia onde pessoas que vivem às voltas com a delinquência têm a oportunidade de se regenerarem e ajudarem no combate ao crime. Essas pessoas se veem com a possibilidade de mudar de vida, como é o caso de Thaís que se envolveu com um traficante e de Caio um ladrão, ambos protagonistas do romance. Eles têm então uma nova oportunidade e a aproveitam, ao ponto de não se permitirem dar vazão ao que um sente pelo outro.

Ao criar a ADQS, uma agência secreta que tem por princípio resolver casos que a policia comum não pode resolver, a autora contribui para tentar mudar o sistema padrão, ou seja, transformar “foras da lei” em agentes da lei.  Seus agentes são treinados para enfrentar o inesperado, confrontando-se com traficantes, ladrões de bancos, psicopatas e etc. E o fazem com responsabilidade. Penso que a autora certamente não teve a intenção de criticar o sistema, apesar de ter pleno direito de fazê-lo.

ADQS é um romance que me surpreendeu por sua agilidade, cenas rápidas e casos que são resolvidos com doses de coragem pelos protagonistas, Thaís e Caio, que, aliás, têm alinhavadas suas histórias pessoais na solução de cada caso. O final inesperado pode ser devido ao fato de que a autora ao dar vida aos personagens já não tivesse mais o controle sobre eles e estes passam a agir por vontade própria o que é muito comum de acontecer. O escritor em dado momento de sua obra, parece-me, acaba por perder o direito de intervir na vida de seus próprios personagens.

Gostei do estilo da autora e principalmente do toque bem humorado e dos muitos diálogos, bem construídos e inteligentes. A autora escreve muito bem e usou de muita criatividade tanto na elaboração das várias histórias bem como na escolha dos nomes dos personagens, o que não é fácil.  Outro detalhe que me chamou a atenção é que cada caso foi separado por capítulo o que fez com que eu me lembrasse das séries de televisão, onde a cada semana há um episódio novo. Achei isso legal e de difícil elaboração, visto que se poderia perder a coerência na inter-relação das histórias. Em suma, gostei de ler o livro e parabenizo Fabiana pela ousadia de escrever sobre um tema difícil, coisa que ela tirou de letra.

Fiquei muito feliz com essa análise que o Valdir fez e para completar a frase que a Maria Silvana deixou enquanto estava lendo ADQS:

 “Fabiana Cardoso, estou amando teu livro, mulher! Ou melhor MEU livro rsrs nossa um caso melhor que o outro!

Quanta criatividade, AMANDO DEMAIS!!!”

Abraços e até a próxima

Fabiana Cardoso

Anúncios